Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Despertar da Mente

O Despertar da Mente

O que são arquétipos

Existem grupos de pessoas  que pela cultura  e informação  vivenciam experiências similares. A essa consciência  coletiva  chamamos de arquétipos. 

São  significados coletivos da nossa consciência coletiva. Assim existe um arquétipo de homem, de mulher, de criança, porque existem muitas mães, pais e crianças e conseguimos vislumbrar características comuns. Mas os arquétipos não  de limitam a papéis  sociais...

Digamos que os arquétipos são  sub grupos, sub tipos ou sub coleções dentro do colectivo  geral. Olhamos para os arquétipos  como que separados de nós,  como deuses e deusas e como modelos que nos auxiliam a interpretar a nossa experiência terrena.

Seres como Buda,  Jesus e Saint Germain escolheram vir à terra com menor véu  de esquecimento,  lembrando-se mais de quem são  verdadeiramente e da ligação ao divino.  Nós  os demais escolhemos esquecer quem somos verdadeiramente de modo a experimentar coisas diferentes e depois recolher novas perspectivas no caminho de volta a quem somos na essência. 

E está  tudo bem, pois somos fractais de alma que viemos experimentar a vida longe da luz. Para nos reencontramos. Para nos redescobrirmos.

Os arquétipos  podem auxiliar-nos nessa caminhada, como uma âncora no meio do caos que observamos, alimentando a nossa confiança e fé  em algo divino, sublime e moral e eticamente elevado. Como um modelo comportamental, inspiracional ou meta a alcançar.

IMG-20240130-WA0004.jpg