Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Despertar da Mente

O Despertar da Mente

O caminho do autoconhecimento é um caminho sem atalhos

 

claudinei_almeida_o_caminho_do_conhecimento_passa_

O conhecimento pode sim auxiliar-nos no nosso crescimento pessoal e na tomada de consciência necessária para que muitos véus e ilusões caiam finalmente...

Para alcançarmos o conhecimento e a sabedoria que é indispensável ao nosso despertar e à nossa própria evolução é necessário estudo, pausa, reflexão, ação. Este percurso nem sempre linear de estudo, pausa, reflexão, ação é importante para não serem só umas teorias que lemos ou temos mas que não aplicamos. E se não aplicamos não nos servem para nada.

É um caminho que requer esforço, trabalho, investimento pessoal de tempo e de dinheiro para frequentar cursos e comprar livros. Requer amadurecimento -não há soluções mágicas e milagrosas. Requer sair do modo de vitimização e ter a coragem de assumir as suas próprias responsabilidades das suas más opções. Não para se autopunir ou diminuir. Sim, para se afirmar como pessoa consciente madura e adulta, capaz de assumir a porcaria que faz e não se desculpa com nada nem com ninguém. Apenas retira os ensinamentos para o futuro, com humildade. A humildade é mesmo indispensável para progredir, caso contrário, será incapaz de encarar as suas sombras e só vislumbrará as sombras dos outros.

O caminho do conhecimento verdadeiro não tem atalhos.

transferir (1).jpg

Existe uma tendência para buscar atalhos. É mais fácil assistir a uns vídeos ou ler umas coisas nas redes sociais e tomá-las como verdades. Porém, podemos estar enganados pelas nossas próprias percepções e tudo pode ser (e é)enviezado pelos nossos filtros ideológicos, culturais que já se sabe distorcem o que vemos, lemos e ouvimos. Importa estar desperto para esta possibilidade de estarmos enganados nas nossas interpretações, e que a fonte em que nos baseamos também ela própria pode estar enganada.

O estudo contínuo é o caminho dos que se interessam pela sua evolução pessoal. Esse estudo pressupõe uma escolha criteriosa das suas fontes. Um balizamento do que ressoa ou não ressoa em si. E uma triagem do trigo do joio. Isso é mesmo indispensável neste tempos atuais onde proliferam como cogumelos sites, grupos e páginas dedicadas a estes temas. 

Há muito pseudoconhecimento misturado com conhecimento credível. Facto ao qual devemos estar sempre atentos. Mas só conseguiremos vislumbrar isso se estivermos equilibrados emocionalmente e se possuirmos algumas referências filosóficas, científicas, holísticas e se tivermos valores positivos e se desenvolvermos a nossa intuição, que quando as anteriores nos falham é mesmo a nossa melhor conselheira.

Tenho alguns sites que acompanho com muito gosto há vários anos mas não o faço cegamente. Antes de os seguir pesquisei acerca dos seus autores e vi diversas publicações para sentir se se alinhavam comigo e com os meus valores. Analisei também os comentários das pessoas que os seguem, porque francamente já saí de vários pelo motivo de estarem a captar pessoas muito negativas e tóxicas que desvirtuavam e contaminavam aqueles espaços. 

Estes cantinhos  tem tido um importante papel no meu crescimento. Considero-os muito bons porque sei que as pessoas que estão por detrás deles baseiam-se em fontes que eu conheço da filosofia, da psicologia, da sociologia e do conhecimento atual e também do conhecimento ancestral do passado. Autores que li e que estudei na minha formação académica e depois como autodidacta. Nutro por alguns uma grande admiração e gratidão pelo muito que generosamente partilharam e que tanto me auxiliaram a tornar-me na pessoa que hoje eu sou. Sei que não sou perfeita, mas também sei que esta minha versão atual é tão melhor da que eu fui no passado por isso não penso desistir ou recuar na minha jornada do autoconhecimento.

Porém, nada substitui a leitura. Há que ler, ler, ler... Estudar, estudar, estudar. De outra forma as mudanças que julga estar a fazer serão muito superficiais, cairá nas armadilhas do seu EGO e no EGO das pessoas que segue... E estará de novo a cair na ilusão quando pensava estar a sair dela... 

transferir.jpg

NOTA: Eu escrevo essencialmente para mim própria. Não estou armada em superior e não me considero uma pessoa perfeita e isenta de defeitos. Exponho os meus pensamentos e reflexões internas. Tenho dúvidas, erro, caio e levanto-me como qualquer um... Tenho dias...

Também não estou a dar recados a ninguém. Cada um deverá seguir o seu próprio caminho de acordo com a sua consciência. Esse caminho é essencialmente individual. Eu estou a trilhar o meu caminho. Só você está a trilhar o seu caminho.

Aqui fica o texto completo da Claudinei Almeida!

O CAMINHO DO CONHECIMENTO PASSA PELO PRINCÍPIO DA DESCRENÇA

Devemos ouvir a todos e buscar informações,
Mas também devemos duvidar de tudo.
Quando eu duvido, eu questiono.
Quando eu questiono, eu busco as respostas.
Quando eu busco as respostas, eu aprendo.
E quanto mais eu aprendo,
Mais dúvidas surgem,
Novos questionamentos aparecem,
Outras respostas vêm à tona,
E eu chego a conclusão, parafraseando Sócrates, que eu só sei que nada sei,
No ciclo infinito do eterno aprender.
O aprendizado traz conhecimento.
O conhecimento nos dá sabedoria.
A sabedoria nos revela a verdade.
A verdade nos liberta.
E a sua libertação é a evolução de sua própria consciência,
Pois o mais sábio Mestre é aquele que está dentro de
V O C Ê !!!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.