Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Despertar da Mente

O Despertar da Mente

Não desistir por esperança

cora coralina.jpg

Que pensamento maravilhoso e profundo de Cora Coralina!

Creio que aqui ela resume de uma forma simples e direta os motivos para não desistirmos... Para não desistirmos de viver, de acreditar, de amar e para não desistirmos de nós próprios!

Resumidamente:

- "ver mais chão" que cansaço das pernas - no fundo não deixar que o cansaço proveniente das dificuldades do momento presente retire de vista, as metas a alcançar ou os propósitos de vida a seguir;

- "mais esperança nos meus passos que cansaço nos meus ombros" - ser movido pela esperança de alcançar e não se subjugar pelas dificuldades, obstáculos e "pesos" que muitas vezes temos de carregar. Quando deixa-mo-nos subjugar a isso, deixamos de acreditar - sobretudo em nós e nas nossas capacidades e talentos. Ao fazê-lo condena-mo-nos a uma vida menor (não tem necessáriamente a ver com prosperidade financeira, vai mais longe que isso);

- "mais estrada no meu coração que medo na minha cabeça" - a chave que abre tudo é mesmo o nosso coração e não a nossa cabeça, como somos levados a crer pela educação, pela aculturação em sociedade. É a nossa mente que nos conduz ao engano, ao erro, à decisão mal tomada...

Ahhh, e vem já pessoas lerem isto e pensarem "Então e as decepções amorosas? A pessoa entrega o coração à outra pessoa e depois... Pimba! Monumental decepção!". E eu pergunto será que optou por essa pessoa mesmo, mesmo, mesmo pelo coração?

Será que não foram os estereótipos da mente que a/o levaram esse relacionamento (uma certa noção física e psíquica do homem ou da mulher ideal)? 

Será que ignorou "sinais" de que deveria estar atento/a a essa pessoa e internamente encontrou desculpas para falhas no comportamento ou no caracter dessa pessoa? - Isto é um processo mental de autosabotagem...

Será que estava preparado/a para um relacionamento? Já se conhece relativamente bem? Tem uma noção do tipo de pessoa que quer a seu lado? Sabe o que está disposto a aceitar ou não? 

Se respondeu que não à maioria destas questões... Procure primeiro criar uma relação consigo mesmo/a antes de se relacionar com alguém...

Não desista!