Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Despertar da Mente

O Despertar da Mente

Manter a vibração...

Tempos cheios de espinhos e de desafios estes em que vivemos. Não sei quanto a vós mas sinto que desde a situação do covid nunca mais houve sossego ou paz no planeta e na vida de cada um. Os dias decorrem vorazes e cheios de imprevistos. Isso aplica-se a mim e aos que me rodeiam em casa, no trabalho, no grupo de amigos... em sociedade!

Desde outubro de 2022 que sinto que o ritmo se acelerou. Que sinto uma nuvem negativa a percorrer o mundo contribuindo para a irritabilidade das pessoas.

Não é fácil manter a nossa vibração elevada num cenário destes!

OFF-Grid: como funciona viver desconectado da sociedade?

Onde está a alegria? A esperança? O bom-humor? A vontade de progresso (não me refiro ao tecnológico)?

Onde está a cooperação? O perdão? A tolerância? A compaixão? O respeito e o amor?

Sinto as pessoas muito perdidas...

Nestes tempos de caos e de incertezas nunca foi tão importante o auto cuidado. O respeito dos seus próprios limites. A sua auto-monoritização constante. O virar-se para dentro e alhear-se do que se passa no exterior o qual pouco pode controlar ou modificar.

Vivemos os tempos dos dias escuros da alma. Para atravessar estes tempos é fundamental "fechar a porta" e olhar para dentro". Ajudar apenas quem deseja ser ajudado.

Atitudes que o podem auxiliar a manter a sua vibração mais elevada:

- Meditação;

- Ouvir mantras, solfeggios, músicas meditativas;

- Pratica matinal (no meu caso a rotina das manhãs milagrosas)com atividades que o ajudem a começar o dia com energia, foco e positivismo;

- Reiki;

- Recorrer a um terapeuta holístico, caso necessite de ajuda externa. Não tem mal reconhcer as suas fragilidades e dificuldades... Afinal somos seres gregários e precisamos uns dos outros para evoluirmos;

- Beber mais água;

- Contacto com a natureza (jardinagem, passeios na natureza, banhos no mar ou rio, atividades agrícolas);

- Atividades físicas como dança, ioga, caminhadas;

- Evitar discussões inúteis. Escolha antes com quem quer debater certos assuntos. Nem todos estão preparados para trocar opiniões atendendo à enorme bipolarização que assistimos. Há também uma enorme falta de respeito, incapacidade de ouvir.

- Afastar-se um pouco da TV e das redes sociais priviligeando a leitura, a escrita, a arte, o estudo, ouvir música, dormir, passear, estar em família e dialogar. Já vi que temos de nos esforçarmos para mantermos um equilibrio na nossa relação com a internet, os telemóveis e as redes sociais... Alguém ainda tem dúvidas que foram criados primordialmente para nos distrairem? Não se admirem pois por sentirem os dias a passar e não conseguirem fazer grande coisa. Não sou extremista de propor o total afastamento (embora por vezes isso possa ser feito com resultados muito gratificantes em termos da nossa higiene mental). O mundo gira em torno destas coisas (telemóveis, TVs, redes sociais)  e para quem ainda vive nesta Matrix será quase impossível um afastamento mais prolongado ou definitivo...

... E isto leva-me ao tema que abordei na minha outra página: viver OFF GRID! Sabe o que é? Não sabe! Vá lá espreitar!

 

https://viverenaosobreviver.blogs.sapo.pt/viver-off-grid-22728

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post