Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Despertar da Mente

O Despertar da Mente

Só temos de ser...

...  luz, alegria, gratidão,  esperança,  fé. 

Contrariamente  ao que muitos pensam,  os arquitectos da nova terra são  anónimos.  São pessoas simples e discretas que ancoram a luz por onde passam... em casa, no trabalho ou no local onde vão  tomar café. Essa é  a sua missão. 

Você  não  necessita  de converter ou de convencer ninguém  de nada.

Apenas necessita de ser a luz que vive em si. Sem julgamento,  sem apego, sem controlo.

Muitos dos que foram fazendo o seu trabalho  de harmonização das sombras ( medo, culpa, raiva), estão agora a sentir que chegou o tempo de partirem. É  o caso das sementes estelares.

Quer opte ao nível  da alma (e não  no de personalidade) ir ou ficar, saiba que está tudo bem e de acordo com as suas escolhas ... 

IMG-20240225-WA0036.jpg

 

 

 

Circulos de mulheres

Já  alguma vez ouviu falar em circulos de mulheres?

São  grupos de mulheres de diversas idades que se reunem periodicamente para fortalecer a irmandade, a sororidade e o ancoramento de energias  femininas na Terra- a chamada energia da deusa.

Há milhares de anos que vivemos  numa sociedade patriarcal. A energia masculina é  a energia que comanda a nossa vivência social e a energia feminina  ( de gestação,  de nutrição,  de amor, afecto e cuidado) tem sido brutalmente atacada. Ainda o é  presentemente  e de maneira inconsciente e disfarçada...

Mesmo a suposta emancipação  da mulher no mundo laboral foi realizada de forma desiquilibrada e sem considerar a especificidade feminina, pois não  somos iguais aos homens, nem fisica, nem mental e nem emocionalmente.

Nós  mulheres somos o veículo da vida humana, pois temos o poder da gestação da vida. Mesmo as mulheres sem filhos, solteiras, mulheres na menopausa...

Nos circulos de mulheres não  se trata de afirmar a superioridade da mulher, pois nem a mulher ou o homem são  superiores um ao outro. Trata-se apenas de curar o sagrado feminino, tão  maltratado por crenças  limitantes, por medos, por hábitos inconscientes que nos machucam e desconectam da nossa própria feminilidade. Que nos levam por vezes a pensar que neste mundo é  melhor ser homem...

Nos circulos de mulheres trata-se de celebrar o ser mulher, filha, irmã,  mãe,  avó,  cozinheira, motorista, enfermeira, jardineira, conselheira, amiga... e todos os papéis sociais que nós  mulheres desempenhamos no dia a dia.

Cria-se um espaço  de partilha, de troca de saberes e de experiências,  de aprendizagem e de ensino, entre mulheres, para mulheres.

IMG_20240225_152328_235.jpg

 

 

Quando a dor invade o nosso ser...

... e a nossa vida podemos fazer algumas escolhas:

* escolher negar a dor e os acontecimentos entrando num modo de entorpecimento e de fuga à realidade;

* projectar a dor,  procurando culpados do nosso sentir, da nossa decepção e mergulhar em sentimentos  de raiva, de indignação  e de injustiça;

* entrar em modo de vitimização e de auto-pena analisando a injustiça  do que aconteceu e questionando Deus, do porquê de tanto castigo...

A melhor forma de lidar com a dor, por mais insuportável  que seja, e por mais que se sinta só, é  aceitar a dor e confrontá-la. É não  a tentar reprimir. É  perceber que essa dor é  mais sua aliada que sua inimiga, e isso é  algo que não  fomos ensinados a fazer, muito pelo contrário... ensinaram-nos que sentir desconforto  e dor era algo insuportável. 

Quando se permite conectar a essa dor,  quando aceita essa dor, quando se liga ao momento presente, você  vai conectar-se com o guerreiro  espiritual que vive dentro de si. Começa  o seu processo de cura.

Fazer este trabalho não é  para todos, pois nem todos tem essa coragem... e quando alguém  o faz, pode ser desconcertante para os que o rodeiam. É  como se uma nova pessoa  nascesse...

IMG-20240225-WA0019.jpg

 

 

As armadilhas da busca da justiça...

Durante muito tempo o meu desejo de ver justiça aprisionou-me em sentimentos de mágoa, tristeza e de impaciência... eu queria ver certas pessoas castigadas e achava que só  teria paz se isso acontecesse... Achava eu que precisava disso para me sentir justiçada...

Hoje sei que a felicidade deve partir de motivos interiores relacionados com o nosso amor próprio e com sair do modo de vítima. 

Hoje sei que a única  justiça que devemos focar é  a nossa, as nossas próprias ações. 

Hoje concluo que Ser feliz é ter a capacidade de prosseguir em frente, de crescer, de alcançar sonhos, deixar de focar pessoas e situações que nos magoam... e essa é  a maior lição e a verdadeira superação de qualquer situação!

IMG_20240217_205343_951.jpg

 

 

 

O ponto de equilíbrio...

... entre largar, entregar, confiar e... fazer a sua parte, assumir a sua responsabilidade e comprometer-se...

Quando largar?

E quando ser autodisciplinado?

IMG_20240215_213308_503.jpg

Não  podemos entregar tudo para Deus e omitirmo-nos de fazermos o que nos compete... Conseguiria o estudante ter boas notas, o atleta alcançar bons  tempos, o desempregado arranjar o emprego, se não  fosse autodisciplinado, focado e esforçado? Seria correto ou adulto pedir para Deus determinada coisa e não contribuir para que este desejo ocorresse?

Se se atirar de um penhasco, se decidir matar alguém acha que  Deus o impedirá?!

Isto tem mais a ver com responsabilidade e consciência  do que com controlo. Controlamos pouco. O estudante pode chumbar, o atleta falhar e o desempregado não  ser o escolhido numa selecção . Mas se fez o seu melhor, se foi empenhado merece um bom resultado, e irá ser bem sucedido  mais cedo ou mais tarde. Não sou eu que o digo, quem o diz é  uma lei universal  chamada de causa efeito... Colhemos o que semeamos, ou seja, colhemos o fruto das nossas decisões  e ações. 

A maioria das pessoas encara Deus como um ser antromórfico e exterior. Por isso consideram que basta pedir e esperar que a magia se manifeste. Tem uma auto imagem de pequenez e de impotência. 

Deus está dentro e não  fora.. Você é  Deus!  Como pode ser insignificante?! Você  é pelo menos uma centelha divina dele... Quando perceber isso de forma mais profunda e consciente  perceberá  que a sua vida é  um mero reflexo dos seus pensamentos e sentimentos,  sobretudo  os que são  relativos a si mesmo!

Dito isto, há  de fato muitos momentos  em que temos de saber entregar e confiar no divino. É  o que se aplica a tudo o que escapa à  nossa esfera de atuação e que vivemos muitas vezes com sentimentos  de injustiça, de mágoa  e de revolta. Tudo o que nos afecta e que sentimos não  merecermos. E também  tudo o que observamos no mundo como violento, cruel e isano, como a guerra, por exemplo .

Tudo tem um propósito,  mesmo que no momento  não  saibamos bem entender qual é... por isso estas situações  devemos mesmo de entregar.

 

 

 

Mensagem do dia....

IMG_20240208_232021_651.jpg

A maioria dos relacionamentos atuais está  assente no desequilíbrio pois as pessoas  atraíram os seus parceiros parceiros por antagonismo, atração física ou por  oposição em vez de ser por sintonia e afinidade sentimental e espiritual. 

 

Celebração

Nas correrias e stress do dia a dia, o tempo passa rápido  demais e debaixo de enorme inconsciência... As celebrações  são  ditadas pelo calendário  imposto pela organização  social e económica: carnaval, dia dos namorados, dia da mãe,  dia do pai...

Na realidade todo o dia merece a sua celebração pois cada dia na terra é  uma oportunidade.  Uma oportunidade  de aprender, de crescer,  de expandir, de sonhar, de realizar, de SER...

A vida é  sagrada e plena de mistério,  improviso, magia, ciclos...

Celebra o que recebes, celebra o que dás, celebra o que deixas partir, celebra o que chega.

Não  é  necessário  grandes festas, basta que dentro de ti tomes essa consciência e essa consagração,  sem avaliares se é  bom ou mau.

Screenshot_20240206_205208_Telegram.jpg

Mensagem do dia....

As maiores batalhas na nossa vida ocorrem dentro da nossa mente.

Não  é  fácil  desprogramar crenças  limitantes,  medos e fobias, remover véus  e magias negras que nos impedem de alcançar  o nosso potencial  e aproximar-nos da vida que almejamos. Mas é  absolutamente  necessário caminhar nesse sentido e retomar a conexão  com o centro do nosso corpo, o nosso coração. 

IMG_20240204_201614_730.jpg

Reflexão do dia...

Não te encontras nem te constróis em lugares onde arrastas coisas,  pessoas ou situações  que te abstraiam de quem és. 

No cimo da montanha e mesmo não  sabendo o que te espera no teu salto de fé,  entendes que o que a vida te trouxe foi um ato de amor, para que pudesses ser livre.

No cimo da montanha  e sem nada, permite-te a confiar e lança-te no salto quântico  que a vida tem para te oferecer.

Carlota de Aragão,  Oráculo do Labirinto  à  Alquimia

IMG_20240204_195859_114.jpg

É do cimo da montanha  que conseguimos ver o percurso percorrido. É  no cimo da montanha  que completamos a conexão  interior e a Deus.

Uma sugestão  de leitura hermética: O livro de Mirdad, de Mikail Nayimi . Este livro é  como um conto da jornada do herói.  Um herói  que se encontra na sua própria  divindade. É  belíssimo.  Dos livros mais lindos que já tive a oportunidade  de ler.

Reflexão do dia...

A importância  de se permitir sentir a tristeza e o vazio é  fundamental  no seu processo de evolução  da consciência  e de crescimento. 

Saber aceitar as expectativas  defraudadas,  o nosso medo, a nossa vulnerabilidade e a nossa dor.

Tomar consciência  que não  controlamos nada excepto  o nosso poder de escolha ao depararmo-nos com a impotência de experiências vividas mas que não  correspondem ao que gostaríamos de ter vivido.

Permitir sentir a tristeza  implica abrir um espaço  de aceitação  da própria  vida e não  de resignação. A resignação  coloca-nos no papel de vítima  e abdicamos do nosso  poder pessoal. Já  a tristeza permite-nos um espaço  de acolhimento interno para podermos legitimar o que sentimos com dignidade  e com sabedoria. 

IMG_20240204_201710_321.jpg

 

Pág. 1/2