Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Despertar da Mente

O Despertar da Mente

Somos livres?

Hoje falava com o meu marido acerca da importância de termos o livre arbitrio... Como ele observou, e bem, hoje em dia as pessoas levam muitas vezes longe demais a sua liberdade individual. Isto acontece porque tem uma noção deturpada do que é a liberdade.

Pensam muitas pessoas, que: a liberdade é fazer o que me apetece sem olhar a consequências! E isso não é liberdade! Liberdade anda de mãos dadas com a responsabilidade e a sabedoria!

A liberdade individual nunca deverá de transgredir o bem comum ou prejudicar alguém, ou seja, a nossa liberdade termina onde começa a do outro.

No entanto todos temos o direito de sermos espontâneos e de agirmos segundo a nossa vontade e sem coação...

Para os estóicos a liberdade era um estado interior e estava relacionada com o domínio das paixões que levavam o ser humano a superar o sofrimento. Para Leibniz e Espinoza era a capacidade moral de se determinar pela razão.Já Descartes considerava que havia que escolher entre bem e mal, e a liberdade iluminada era aquela inclinada para o bem e Deus a única entidade verdadeiramente livre. Jean- Paul Sartre fala da liberdade e da responsabilidade. Rosseau considerava que a autodeterminação era incompatível com a vida em sociedade já que coloca uns contra outros. Kant considera que não há liberdade sem lei - e mesmo que a lei limite a liberdade ela é imprinscindível.

E será que somos verdadeiramente livres?

9563364_EWmWY.jpg

Não tem sido a humanidade coagida ao longos dos tempos pelo poder político, depois o religioso e depois o económico através dos media?

Somos livres ou julgamos ser livres?

liberdade.jpg

Ler é isto tudo... e muito mais!

Todo mundo que aprendeu a ler e escrever tem uma certa vontade de escrever. É legítimo: todo o ser tem algo a dizer. Mas é preciso mais do que a vontade para escrever. Ângela diz, como milhares de pessoas dizem (e com razão): "minha vida é um verdadeiro romance, se eu escrevesse contando ninguém acreditaria". E é verdade. A vida de cada pessoa é passível de um aprofundamento doloroso e a vida de cada pessoa é "inacreditável". O que devem fazer essas pessoas? O que Ângela faz: escrever sem nenhum compromisso. Às vezes uma só linha basta para salvar o próprio coração.

 

in Um Sopro de Vida

 

(Clarice Lispector)

 

A gente é o que a gente escolhe ser. O destino pouco tem a ver com isso.

Por isso é necessário ler muito, ouvir os outros, estagiar em várias tribos, prestar atenção ao que acontece em volta e não cultivar preconceitos. Nossas escolhas não podem ser apenas intuitivas, elas têm que refletir o que a gente é.

 

Ler é beber e comer. O espírito que não lê emagrece como o corpo que não come. (Victor Hugo)

 

Saber ler é acender uma luz no espírito.(Pearl S. Buck)

Uma partilha

Olá!

Não  sei se conhecem a Younity, eu contactei a plataforma  quando no ano passado adquiri  a Healthsummit. Muito bom conteúdo. 

Agora vão  ter um curso gratuito  que inicia a 15.08.2022 da querida Louise Hay- trabalho  com o espelho. O mirrow work.

Uma ferramenta  extraordinária  para trabalhar o amor próprio e a autocura.

Já fiz mas estou novamente inscrita. 🥰

Pág. 2/2