Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Despertar da Mente

O Despertar da Mente

2. Investir no autoconhecimento requer muito tempo e dá muito trabalho

  1. Investir no autoconhecimento e desenvolvimento pessoal requer muito tempo e dá muito trabalho

O nosso cérebro é o principal responsável pela nossa procrastinação. Pelo constante adiar de decisões que nos podem introduzir as mudanças necessárias na nossa vida, através de desculpas como:

- Ah, isso dá muito trabalho!

- Ah, agora não! Melhor aguardar a altura ideal…

- Ah, não sou capaz! É um desafio que levarei para outra vida futura!

- Não tenho tempo! A minha vida é demasiado ocupada...

autoconhecimento.jpg

Isto sucede porque o nosso cérebro trabalha 99 % do tempo para a nossa autopreservação e segurança. Por isso, se depender dele nós nunca mudávamos e vivíamos num constante status quo! Percebe agora por esse motivo é tão difícil alterarmos hábitos?  Para alterarmos hábitos temos de superar a procrastinação do nosso próprio cérebro....

É fácil dizer: quem manda nos teus pensamentos? És tu ou são os pensamentos que mandam em ti?

Tudo se relaciona com o facto de ser sempre percepcionado como o difícil INICIAR um novo desafio, um novo hábito, uma nova competência. Várias inseguranças parecem enfranquecer a nossa vontade ou determinação pelo que a vontade de desistir é muito presente.

Em PNL (programação neurolinguística) falamos de 4 frases da aprendizagem:

- a incompetência inconsciente - proveniente do fato de muitas vezes desconhecermos ou sermos ignorantes de como se faz determinada coisa importante para nós, por exemplo: conduzir ou escrever.

- a incompetência consciente - é quando finalmente temos consciência que não temos determinada competência ou habilidade que consideramos necessária, por exemplo: com o meu filho isso aconteceu no final da primeira semana de aulas do ensino primário. Eu sempre lhe disse que ele ía adorar na escola e que lá ía aprender muitas coisas. No final da primeira semana ele disse: "Mãe, acho que não estou a fazer nada na escola! Ainda não sei escrever e já lá ando há uma semana!"

- a competência consciente- é quando treinamos, estudamos e procuramos adquirir essa competência, como por exemplo: quando vamos aprender a conduzir e pensamos com muita atenção onde colocar os pés nos pedais, como engatar as mudanças, travar... Já sabemos conduzir mas ainda o fazemos com muito cuidado e insegurança;

- a competência inconsciente - é quando já fizemos tantas vezes isso que passou a ser automático para nós. Nunca lhe aconteceu chegar a um local e não se recordar de todo o percurso?

Assim, compreenda que aquilo que nos faz resistir a mudanças é o nosso sistema de crenças limitantes no qual assenta na nossa insegurança ou medo.

autoconhecimento-necessario.jpg

Durante a maior parte da minha vida até ao presente momento eu tive sempre abertura a fazer experimentações... Experimentei fazer ioga, desenhar banda desenhada, escrever contos de aventuras, fazer algum artesanato... Mas eu nunca fui assim muito consistente pois deixava que a rotina da vida, as obrigações profissionais e outras coisas me distraíssem do meu caminho.. Só em 2017/2018 eu fiquei finalmente pronta para iniciar um novo capítulo da minha vida sem mais vitimismo. Tendo a coragem de me olhar por dentro nas forças e nas fragilidades, Na luz e na sombra. 

Frequentei cursos. Alguns online (numa altura em que ainda pouco se falava dessa opção) e outros presencialmente tendo inclusivé abdicado de alguns períodos de férias. E tive de investir algum dinheiro nisso também. Foi uma questão de escolhas e de prioridades. Para mim era prioritário mudar de perspectiva de vida. Não suportava mais a vida que tinha nem a mim própria!

Iniciei uma rotina matinal após ler o livro Manhãs Milagrosas de Hal Elrod, a qual mantenho até hoje com sucessivas adaptações! Uns dias 30 minutos outros 1 h! É a minha forma de me preparar para cada dia sentindo-me mais energizada, organizada mental e emocionalmente e focada no que realmente importa. Ainda a faço! É uma bóia de salvação!

Passei a fazer um vision board onde registo no inicio de cada ano as minhas grandes metas pessoais para esse ano. É uma excelente forma de nos mantermos focados e disciplinados e comprometidos com aquilo que realmente desejamos para nós.

Retomei o hábito de ler. Leio e estudo pois faço muitas vezes resumos dos livros que leio. Resumos que releio muitas vezes para me inspirar para escrever ou apensa para reflectir. Deixei de ver TV. Ocupo-me entre leituras, cursos, videos e audios de pessoas cujo trabalho na area do autoconhecimento e da espiritualidade eu aprecio. Tenho aqui mencionado diversos...

Passei a fazer caminhadas na natureza, forma excelente de me manter em forma e de me reenergizar e manter em equilibrio.  Faço duas por semana. E de vez em quando faço algumas mais radicais em locais de grande beleza do nosso país.

Passei a ter plantas que cuido - no jardim ou em vasos. É uma excelente forma de aliviar o stress de contatar com a natureza.

Em 2020 criei este blogue e retomei uma paixão antiga - a escrita. Achei que o tema do autodesenvolvimento é tão necessário neste mundo conflituoso e em crise em que vivemos. Entretanto, escrevi um livro e tenho outro na forja...

Fui caminhando... Fui experimentando... Fui expandindo... Um processo natural e consciente desde 2018.

A falta de tempo e o esforço são desculpas! O tempo vai crescer à medida que você se espande! Vai encontrar estratégias para melhor gerir o seu tempo e a sua vida! Não esquecendo também do tempo para relaxar e nada fazer!

Ao "limpar" os lixos que ocupam a sua mente, encontrará espaço e tempo para muita coisa que nunca imaginou... E tudo começa com um pequeno passo... um dia de cada vez!

Insista!

Persista!

E não desista!

Vale mesmo apena! Pode construir uma vida mais autorealizada e feliz!